Eu li: Cordeluna - Élia Barceló

Livro: Cordeluna
Autora: Élia Barceló
Editora: Biruta
Número de páginas: 310
Temática: Romance, maldição, história espanhola
Sinopse: Mil anos atrás, uma história de amor foi interrompida pela desgraça e uma maldição. Um poder tão maligno que tinha conseguido dominar seus espíritos geração após geração. E enquanto isso, os apaixonados esperam... condenados a se reencontrar e voltar a se perder por culpa do ciúme e do ódio. O cavaleiro e a dama. O guerreiro e a donzela. Até que talvez um dia, talvez em nossa época, séculos depois, um poder superior e benigno consiga pôr um fim ao malefício. Apaixonante novela que combina história e fantasia, amor e maldade, bruxaria e religião, criada pela escritora Élia Barceló, conhecida como a “Dama Negra” da literatura espanhola, ganhadora em duas oportunidades do Prêmio Edebé de Romance Juvenil. A história se passa na Idade Média e é muito bem retratada no livro, que destaca costumes e valores da época. As sangrentas guerras entre muçulmanos e cristãos pela expansão e posse de seus domínios. No posfácio, a editora explica os diferentes períodos da História e descreve a fascinante personalidade de El Cid.

Quando peguei este livro na mãe e comecei a folheá-lo, me impressionei com o trabalho gráfico dele, que é de extrema qualidade e bom gosto. O nome do livro e a sinopse desde o início me chamaram a atenção. Ele é um livro bonito, cheio de reviravoltas, maldição e amores impossíveis. A leitura flue muito bem e autora escreve mutio bem, também. Eu recomendo para leitura infanto-juvenil (aliás esta é a indicação da editora, mas gosto de deixar claro minha opinião). Eu sou apaixonada por vários livros infanto-juvenis e então não tive problemas com Cordeluna. A história se passa em dois momentos diferentes: passado - quando acontece a maldição e o romance principal e no presente - quando alunos atores estão em intensivo para protagonizarem a história de El Cid, que é no momento histórico que ocorre a maldição. Guiomar e Sancho têm um amor muito intenso e muito rápido. Eles mal conseguem aproveitar o "momento" deles. Sancho é um ótimo personagem e eu adorei a determinação dele. Já Guiomar é bem donzela de mil anos atrás: espera por seu grande amor, sofrendo. É claro, não posso deixar de dizer que ela se mostra super determinada em uma situação específica (só não vou contar qual, pois seria spoiler). A vilã é extremamente cruel, porém, como diriam alguns: provou do próprio veneno ao amaldiçoá-los. Os jovens atores começam a ter alguns problemas, sonhos e comportamentos estranhos enquanto estão ensaiando e vivendo em um local próximo onde muitos fatos da história de Guiomar e Sancho ocorreram. É um livro excelente e eu super recomendo!

11 comentários:

Monique Larentis disse...

você sempre lendo um monte de livros romanticos ^^
eu não consigo. tenho tanto livro para ler e tão pouco tempo :P

Débora Jacqueline disse...

Pelo jeito o livro é bom mesmo.E vc como sempre, arrasando na resenha!Parabéns:)

Jaqueline Silva disse...

Não vejo a hora de tê-lo em mãos. Estou super curiosa para lê-lo *--*

BrunaReis disse...

Estou doida pra ele chegar aqui *-*
Só a capa dele já é linda né *-*
Beijão

Bruna Reis
http://desbravandohistorias.com.br/

BrunaReis disse...

Ah, teu blog é muito lindo XD

Bruna Reis
http://desbravandohistorias.com.br/

Amanda Olive disse...

eu gosto de livros desse tipo e a capa é muito linda, fiquei com vontade de ler. vou add a minha lista.

@dudsparrow disse...

Parece bem diferente, mas ótimo. Adoro historias com temática antiga *o*
boa semana
;*

dudsparrow.blogspot.com

Amanda Almeida disse...

Oi Endry, tudo bem?
Adorei o livro. Parece ser muito envolvente, e emocionante. Eu também gosto muito de livros classificados como infanto-juvenis, às vezes os acho mais interessantes do que muitos livros classificados para adultos.
Abraços,
Amanda Almeida

Gabriela Orlandin disse...

Oi, Endry!
Eu tinha lido sua resenha já, e achei que tinha comentado, mas aparentemente eu me esqueci desse detalhe, hihi!
Fiquei bem feliz que você gostou do livro, é uma história linda mesmo =)
Beijos.

Kelly B. disse...

Que gracinha, não vejo a hora de chegar a minha vez nesse book tour.

Michelle disse...

O engraçado é que eu não sou muito fã de histórias românticas, mas fiquei interessada desde que li a sinopse e a resenha lá no Fluffy. Agora fiquei com mais vontade ainda.
bjo