Eu li: Tortura cor-de-rosa - Lycia Barros

Livro: Tortura cor-de-rosa
Autores: Lycia Barros
Editora: Habacuc
Páginas: 149
Sinopse: Ao mudar-se para São Paulo com seus pais, Ava pensou que poderia ter uma vida normal, como a de todas as meninas da sua idade, que têm amigas com quem conversar, com quem sair e com quem divertir-se naquela cidade cosmopolita. O novo bairro é bonito e elegante, e o novo colégio parece-lhe uma promessa de novos dias por viver, repletos de bons acontecimentos. Porém, já no primeiro dia de aula, Ava descobre que nem mesmo ali a vida é perfeita. Sem que saiba direito como, torna-se alvo de uma garota cruel, que está sempre cercada por fiéis seguidoras, com as quais forma uma espécia de gang. É quando tem início o bullying, que tornará a vida de Ava um inimaginável e completo inferno. "Ava encarou-a por um momento, abalada, tentando disfarçar o pavor que se espalhava pelo seu corpo e as lágrimas que ameaçavam cair de seus olhos. Sentiu-se tomada por um ódio desconhecido. Queria asfixiar aquela garota. Jamais, em tempo algum, pensara que um dia fosse sofrer ameaças daquele tipo, de humilhação mórbida. Dois sentimentos fortes brotaram-lhe: a indignação e o desejo de vingança. Porém, o medo se espremeu entre eles. Se Jaque tinha mesmo feito aquilo com Yoshie, porque não faria com ela?"

Livro pertencente a um Booktour.
É preciso levar em consideração, sempre que começo um livro dessa querida, que a escrita da Lycia Barros, assim como a sua narrativa é incrivelmente boa! Já li dois livros dela (resenha aqui e aqui) e posso dizer que adoro sua narrativa, que flui muito bem. Este livro trata de um assunto recorrente: bullying. Posso dizer, por experiência própria (sou professora), que crianças/adolescentes conseguem ser muito cruéis. A Lycia consegue trabalhar este tema muito bem, trazendo uma personagem principal cativante. Ava é muitíssimo parecida comigo, confesso. Ela já é normalmente uma possível alvo de bullying, porém na nova escola, isso é muito intenso e bem direcionado. Jaque e suas seguidoras sabem ser muito cruéis, aliás todas são cruéis por algum motivo, nada é por acaso. Porém, como é de se esperar, Ava sofre muito, assim como sua melhor amiga e todos os colegas que não faziam parte do grupinho das populares. Muitos vão se perguntam o porquê de Ava e os colegas não dedurarem ou se abrirem com alguém sobre o problema... Eu me perguntei também, mas Lycia consegue discorrer muito bem. O único problema que me fez não amar este livro, é que a faixa etária abrangida pelo livro já não me satisfaz tanto. Por isso, se eu tivesse uns 16, teria amado e Ava seria uma das minhas personagens favoritas ever, rs. Recomendo muuuito para quem gosta deste estilo!

Beijo grande,
Endryelle Santos.

8 comentários:

Lorena Rocco disse...

Ouvi falar muito a respeito desse livro, mas fiquei cismada justamente por achar que era mais para adolescente (G-zuis, tô ficando velha)!

Marcar aqui qualquer livro da Lycia pra ler! Tenho a sensação que são ótimos!

Beijo!

Vickawaii disse...

Eu sempre acho que esses livros adolescentes são muito bobos e repetitivos(a patricinha malvada, a garota deslocada, o garoto bonito e popular...), mas acontece que bullying é coisa séria. Se o livro abrange bem esse assunto e tem uma narrativa boa como você disse, acho que é interessante. Se eu tiver a oportunidade, lerei!

Beijos, Vickawaii
http://finding-neverland.zip.net

Ágata Bresil disse...

Uau, eu estou realmente curiosa sobre esse livro, eu ainda não tinha visto nada sobre ele. Sei que a autora é boa e adorei o assunto.

Beijos. Tudo Tem Refrão

Isabel disse...

não conhecia a autora, a editora e, por tabela, o livro. parece ser bem interessante, gostei muito do pedaço da narrativa que foi colocado no post!

Fabrica dos Convites disse...

Eu já tinha lido uma resenha sobre este livro e acho incrível como as palavras podem ferir e marcar para sempre as pessoas.
Bjs, Rose.

Débora Jacqueline disse...

Olá!
Confesso que não conhecia o livro,e nem li nenhuma resenha,antes da sua.É um livro adolescente,que um texto muito legal.

Carla disse...

A escrita da Lycia é sempre ótima!

Dos livros mais adolescentes dela eu li "A garota do outro lado da rua" e fiquei com a mesma opinião: se eu fosse mais nova teria amado.

Na minha fila está "Uma herança de amor". :)

Beijos!

Deborah disse...

Deixando a questão da faixa de idade de lado (erhh... acho que também passei do tempo para esse livro :P), fiquei com a impressão que o livro é bem clichê, bem "Garotas Malvadas", né? Não fiquei com vontade de ler, mas acho que, como você disse, se fosse um pouco mais nova teria me interessado...

Bjs!