Sobre e-books: Meu amor pelo kindle


 Não é segredo para ninguém que eu amo ler. Outro fato conhecido é que eu ganhei um kindle há pouco e tenho gostado muito. Por pedidos de vocês, meus queridos leitores, não pudia deixar de vir aqui e dar minha opinião sobre esse "bichinho" que tanto tem me alegrado e me facilitado a vida. É um pequeno feedback, com opiniões minhas, que nada tenho a ganhar por parte da Amazon (que fique claro!) e que apenas quer comentar sobre a experiência de ler e-books e ter um leitor digital para isso.


1. E-books antes do kindle:
Eu havia lido e-books em computadores de mesa (uns dois livros completos), alguns textos para faculdade no notebook e tablet. E, é claro, que quem tem experiência assim, deve, no mínimo, detestar e-books. E com razão. Cansa muito a vista, primeiro, por causa da claridade. Exceto o tablet, não é cômodo e nem prático de carregar por aí. Tem a questão de bateria e carga, que teima em acabar no momento que você está super empolgada na leitura. Considerando tudo isso, e-books devem ter sido criações do "mal", rs. Essa foi minha experiência com e-books antes do kindle e confesso que por isso, estava bem desanimada com eles.

2. A decisão de ter um leitor de e-books:
Assisti a muitos vídeos, li diversos posts de pessoas que tem, usam e gostam dos e-readers. Primeiro, porque eu precisava me livrar de ler no notebook alguns textos da faculdade, precisava poder lê-los em outros momentos fora de casa (já que o tempo é curto) e, é claro, os e-books tem o acesso mais facilitado no quesito: espaço de armazenamento, custo, espaço e peso para deslocamentos... Estava quase certa de comprar um Kobo Glo, quando recebi um e-mail do Maurício Gomyde, que estava de me enviar o meu prêmio, que era um iPod e ele me ofereceu um Kindle, se eu o quisesse. Na mesma hora, eu topei. Se eu não gostasse do Kindle, mais para frente poderia comprar um Kobo. E não me arrependo nem um pouquinho. Exceto o design, a maior gama de arquivos suportados (que se resolve convertendo os e-books) e a capacidade de armazenamento que pode ser ampliada, o Kindle ganha sempre meu coração. Já vi muitas reclamações de travamento no Kobo. E eu detestaria este fato. Então, ponto para o Kindle!


 3. Minha experiência com o Kindle:
* Primeiro ponto: a bateria dura muito! Se eu carreguei três vezes desde que ganhei, foi muito. 
* Segundo ponto:  ele é super leve e prático... Carrego para todo canto, sem problemas. 
* Terceiro ponto: a leitura flui muito mais rapidamente, pois a troca de páginas é bem mais rápida e é muito mais cômodo ler deitada, no ônibus... 
* Quarto ponto: cabe muita coisa! Eu já tenho mais de 260 livros... E minha vontade de ter mais só aumenta. E, é claro, sem precisar aumentar minhas prateleiras (que estão sendo aumentadas mesmo assim, pois me falta espaço para os livros físicos). 
* Quinto ponto: é super fácil e prático adicionar livros, comprá-los, convertê-los... Basta wi-fi ou o cabo que vem junto e você já aumenta sua coleção de livros. 
* Sexto ponto: Ele marca sozinho a página na qual paramos, dá para marcar citações e ver significados de alguma  palavra desconhecia, enquanto lemos o livro.
* Sétimo ponto: É possível aumentar a fonte, rotacionar a tela, aumentar/diminuir contraste.
* Oitavo ponto: A tela não é luminosa/brilhosa e por isso NÃO cansa a vista. É como se estivéssemos lendo no livro físico mesmo.

4. Trocarei o livro físico pelo e-book? 
Não. Com certeza, estou mais criteriosa com a minha biblioteca, comprando somente o que amei ou que estou bem ansiosa para ter na minha estante. Porém, nunca deixarei de ter livros físicos e de lê-los. É outra questão bem diferente: o livro físico tem sua importância e nunca deixarei de amá-los.

Espero que este post seja útil e se tiverem qualquer dúvida, é só me avisarem por comentários ou e-mail, que eu respondo com o maior prazer.

Beijo grande,
Endryelle Santos.

8 comentários:

Deborah disse...

Geeente, parece que você adivinha meus pedidos de post! Hahahah Eu tenho a mania de ler os posts atrasados de "trás para frente" (mais velhos para mais novos), então na medida em que vou lendo, vou comentando sem saber os posts que vem à frente. E quase todos os posts que eu peço/penso em pedir para você fazer, eu já encontro depois prontinhos! Hahahaha

Então pode desconsiderar o pedido para falar mais sobre o Kindle que eu fiz hoje mesmo, acho que num post sobre a organização da sua mochila, tá? ;)

Sobre o aparelhinho, eu sempre fui gamada num Kindle. Acho que você já deve ter visto algumas vezes lá no blog eu falando que sou super adepta (AMO!!) dos e-books, né? Por isso, um Kindle sempre morou na minha wishlist. Depois que ganhei um smartphone e um tablet, acabei deixando a ideia de comprar um Kindle meio de lado, afinal, já tinha 2 gadgets que me permitiam ler e-books e como não sobra dinheiro por aqui, não rola comprar outro, né? Mas quem sabe um dia?? ;)

Ah, flor, aproveitando, eu encontrei esses dias uma página de compartilhamento de e-books no Face. Acho que a maioria dos livros que eles compartilham por lá você já tem/leu (levando em conta suas resenhas), mas se você quiser, posso te mandar o link. Eu quase enlouqueci quando encontrei a página, muitos dos livros da minha lista estavam disponíveis para download e eu fiz a_loca e fui baixando tudo! Hahahaha

Beijos!

Deborah | http://em-julho.blogspot.com.br

Sammysam Rosa disse...

Gostei muito da sua opinião sobre o Kindle! Mesmo não tendo o aparelho, se eu fosse comprar, com certeza seria ele! Pelo seguinte fato: Praticidade! Vou explicar o por que: Testei os três principais aplicativos para leitura de ebooks: O Saraiva Reader, o aplicativo para PC do Kubo e o aplicativo para pc do Kindle. Dos três, o aplicativo do Kindle é o mais prático, rápido e facil manuseio!

Gosto muito também do aplicativo da Saraiva, pois dá para ler arquivos em PDF, quanto ao do Kubo, nossa, detestei! O aplicativo trava meu netbook, não consigo conectar minha conta da Cultura com o aplicativo, para baixar o livro é uma lentidão, ou seja, zero para esse aplicativo! E como você mencionou, pelo visto o aparelho é do mesmo modo, lendo e cheio de ficar travando...

Minha preferencia, só pelo simples fato de testar o aplicativo, será sempre do Kindle, pude conectar em três computares diferentes e ele reconheceu nos três!

Enfim, adorei o post e suas dicas, ainda não sei se compraria um leitor só para livros, pois pelo preço, o tablet sai mais em conta, além das demais funções que ele possui.

Beijos

Da Imaginação a Escrita

Prateleira de Biblioteca disse...

Olá,
Agora todos andam lendo nesses tipos de aparelhos, particularmente não gosto, nem e-book consigo, arquivos em PDF só se for escrito por mim, eu prefiro, sem dúvida alguma, ler o livro físico *-*
Estou seguindo o blog!!
Abraços,
Fanie.

Érika Gevarauskas disse...

Adorei conhecer seu blog...
Quando vi que você falava nesse post sobre o kindle fiquei com muita vontade de saber a sua opinião, e eu adorei, eu quero muito ele, já que eu não gosto de ler pelo note, acho cansativo e tem vários livros da faculdade pra ler que eu tenho que ler pelo note.
Eu tenho o aplicativo do kindle aqui no note, mas eu nunca consegui usar, ainda vou descobrir o por que (acho que tenho que atualizar rs).
Com certeza esse kindle agora faz parte da minha wishlist, sou louca por livros, então quando não da pra comprar algum livro, o melhor é ler por ai né rs.
Beijos.

sonhosdegarota.blogspot.com.br

Loh Silva disse...

Eu quero muito comprar um Kindle e com certeza sua opinião positiva sobre ele aumentou mais minha vontade de comprar. Assim que adquirir o meu, posto lá no meu blog também e ai quem sabe você não queira conferir? ;) haha

Visita lá http://estranhomundodaloh.blogspot.com

Jun disse...

Nossa, mais uma com Kindle e eu só na vontade huauhauha. Se bem que de 2012 pra cá infelizmente diminuí meu ritmo de leitura um pouco, então não é aquele item que preciso "pra ontem". Mas com certeza pretendo comprar, seria uma boa meta pra, sei lá, ano que vem rs. Imagino como deve ser prático quando se trata de ler livros grossos demais (como algum volume de Crônicas de Gelo e Fogo, quem merece?!), nunca vou me esquecer do martírio que foi ler as 1039 páginas de Xógum carregando ele pra cima e pra baixo :<
Além de ser muito melhor pra ler deitada na cama ou em qualquer outro lugar haha \o/
Fora a economia né, não sai TÃO mais barato mas decididamente alguns reais a menos pra investir numa série da qual nunca se leu algo antes, e por aí vai.
Eu há tempos atrás odiava qualquer idéia de e-reader, mas tenho visto tantos elogios, e sem contar a praticidade, que estou mudando minha opinião :)
Bisous Endry!

Cih_colorex disse...

Eu achava que era só um leitor mesmo! Gostei do fato de poder verificar o significado de algumas palavras! Ficou mais interessante mas, ainda não é pra mim! rs...
Eu acho a sua cara, amiga! Kiss

biaacarla disse...

Eu leio bastante no computador mesmo e também no tablet. Você acha que o kindle ainda é melhor? Qual o preço mais ou menos?

Xoxo, http://biaacarla.blogspot.com.br/