Eu li: Ser Clara - Janaina Rico

Livro: Ser Clara
Autor: Janaína Rico
Editora: Underworld
Páginas: 288
Sinopse: Clara é uma jovem brasiliense, de 27 anos, que está envolvida com os preparativos do casamento de sua melhor amiga, Laura. Durante a festa conhece um médico rico e famoso, o homem dos sonhos de qualquer mulher. Porém, acaba se envolvendo com um colega de adolescência. Mal sabe ela os obstáculos que viverá pela frente, tais como uma sogra desesperada e até mesmo tentativas de assassinato, até que consiga decidir o que quer da vida. Trata-se de um livro de linguagem simples e atual, que descreve o cotidiano, os sonhos e as aventuras de uma mulher vivendo entre a realização de uma vida independente e o desejo de conhecer e viver um grande amor. Clara, Laura, João Thomas, Léo são personagens que encontramos em nosso dia a dia, no trabalho, nos bares, nas festas. Um passeio pelos desejos e sonhos do imaginário feminino.


A diagramação do livro "Ser Clara" é impecável, super caprichosa e com um cuidado gigantesco. Há belos detalhes, bom espaçamento e margens, assim como uma fonte de bom tamanho. Ponto para a Editora Underworld!
O livro conta a história de Clara, que tem mais duas irmãs, um pai bacana e uma mãe protetora. Ela é professora (ponto, rs), tem um carro usadinho e se acha pra caramba! Ela está solteira e acaba conhecendo um partido maravilhoso na festa de casamento da melhor amiga, a Laura. Ele é médico, rico, carinhoso e protetor... João Thomas é uma perfeição para Clara. Porém, nem tudo são flores e ela acaba se envolvendo com um ex-colega da escola, o Léo, e puft! Tudo se enrola. É aquela coisa: arrisco no colega que gosto e que de certa forma me deixa ser mais independente ou fico com o "certo", o que se mostra mais possível de durar, e onde existe o amor? A escrita da autora é ótima e eu me diverti em várias partes. A leitura é fluida, leve e descontraída. Apenas mais para o final é que há uma tensão envolvida. Confesso que por vezes fiquei irritada com o pensamento egocêntrico da Clara e por outras vi situações que já presenciei e que pensei igual, porém, na maior parte do tempo, a Clara só pensa em si mesmo e no quanto ela é gostosa. Isso me chateou um pouco. Eu fiquei com a impressão de que no início a Janaina criou o João Thomas para ser pegajoso, ciumento e possessivo e depois o foco se transformou em outro. O final não foi imprevisível, mas acreditava que seria outro, justamente pela forma como estava se construindo a narrativa. Foi quando modificou-se o jeito da Clara de olhar o João Thomas é que eu previ o que aconteceria. O que eu não previa era a tensão final e o seu desfecho. Com certeza, neste ponto, a autora merece meus parabéns. Eu indico para quem goste de romances contemporâneos e não se incomode com palavrões. Eu confesso que não curto muito o uso de palavrões, mesmo sabendo que faz parte da construção da personagem e tudo mais. Mas, isso é impressão minha, certo?! Fiquem à vontade para lerem e trocarem ideias comigo!  






Vocês já leram "Ser Clara"? O que acharam? 
Beijo grande,
Endryelle Santos.

5 comentários:

Ana Julia Zimmermann disse...

Não conhecia esse,fiquei louca pra leer,a minha cara!
Kiss Kiss ♥

www.vemserdiva.blogspot.com.br

Monique Larentis disse...

uma boa diagramação é tudo de bom né amiga? nossos olhos agradecem. Ninguém merece um livro que tem as letras muito juntas ou a fonte muito pequena, da preguiça só de olhar, imagine ler então hehehe ;P

Deborah disse...

Nunca li esse livro, na verdade nunca nem tinha ouvido falar, mas depois da sua resenha, me deu uma super vontade de ler! Kkkkk Já para a lista!!

Beijos, Endry!

Deborah | http://em-julho.blogspot.com.br

Meiriellen Nascimento disse...

Oi Endryelle, conheci seu blog agora e gostei muito de sua resenha. Este livro foi muito bem resenhado. Parabéns!

Meiriellen Nascimento disse...

Oi Endryelle, conheci seu blog agora e gostei muito de sua resenha. Este livro foi muito bem resenhado. Parabéns!